VOZES QUE MURMURAM

Mauricio Garcia
Vozes que murmuram no clarão da noite
se rendem as sombras na escuridão
sorvem da lua tal beleza e verdade
vozes que ecoam ao longe no varão

vozes que encontram os olhos enormes da solidão
são olhos de tal silêncio que atordoam a escuridão
olhos que sentem nas vozes tuas ondas

O vento leva as vozes que ecoam ao longe
um grito mudo, seco de dor
sonho secreto, monograma de uma verdade
apelo solitário, sem respostas de um amor.

Vozes estas que vivem a procurar
buscar tal amor por toda parte
até que elas venham se calr
e num último canto:
- Deus me salve!

Next
Previous
Click here for Comments

0 comentários: